No último dia 16 de setembro foi comemorado o Dia Nacional de Combate e Prevenção à Trombose. Esta data foi instituída com o intuito de esclarecer e informar a população sobre as causas e fatores de risco para a doença.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a meta é reduzir cerca de 25% dos casos até o ano de 2025. E para isso, nada melhor do que trazer informação de qualidade.

Como acontece a trombose?

A trombose acontece quando há a formação de coágulos sanguíneos em uma ou mais veias das pernas ou coxas. Geralmente, esses coágulos bloqueiam o fluxo sanguíneo e causam inchaço nas pernas.

O maior problema acontece quando esses coágulos se desprendem e caminham pela corrente sanguínea. Esse processo é chamado de embolia, que pode acometer o coração, pulmão e até o cérebro.

trombose geralmente acontece depois de algum procedimento cirúrgico, cortes e até mesmo a falta de movimento por muito tempo dos membros inferiores.

Trombose aguda e trombose crônica

A trombose aguda acontece quando o nosso corpo absorve o coágulo existente, dissolvendo-o e evitando que evolua  para um quadro mais grave.

Já a trombose crônica acontece quando a partir desse coágulo dissolvido pelo próprio corpo, surgem sequelas no interior das veias. Dessa forma, o retorno do sangue acaba ficando prejudicado e é isso que causa as dores, inchaço, varizes e até mesmo feridas.

Causas

A maior parte das causas de trombose são evitáveis, entretanto é ideal procurar um especialista para indicar os tipos de tratamento e precauções.

Algumas causas são:

  • tabagismo;
  • uso de anticoncepcional;
  • gravidez;
  • hereditariedade;
  • presença de varizes;
  • presença de tumores malignos;
  • idade avançada;

Sintomas

Os sintomas mais comuns da doença são dores, inchaço, vermelhidão, calor e rigidez na musculatura. Geralmente, os pacientes que são submetidos a cirurgias precisam de atenção redobrada, pois é muito comum a aparição de coágulos.

As vezes, esse coágulo pode se soltar e atingir outros órgãos como por exemplo o pulmão. Acontece o que chamamos de embolia pulmonar, que causam falta de ar, dor no peito, dor nas costas e tosse com sangue. Quando isso acontecer, ao primeiro sintoma procure um médico pneumologista. Esta é uma doença grave e que precisa de atendimento imediato.

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser feito de algumas formas. Geralmente o médico vascular solicita alguns exames, entre eles está o exame de sangue, Ultrassom e Ultrassom com Doppler, Ressonância Magnética e Tomografia Computadorizada.

O mais comum é a Ultrassonografia com Doppler, este exame permite que o médico avalie a circulação sanguínea das pernas. Em casos em que o médico precisa de mais detalhes, são solicitadas a Ressonância Magnética e a Tomografia Computadorizada.

Tratamento

Uma vez que descoberta a doença algumas providências precisam ser tomadas impedir o crescimento do coágulo, evitar que avance para outras regiões e diminuir a recorrência da doença.

Por isso são utilizados medicamentos coagulantes, que auxiliam o sangue a se tornar menos denso, evitando a coagulação.

Além disso, em casos mais graves é utilizado filtros na região do abdômen que impedem que os coágulos subam para os pulmões. As meias de compressão também são muito utilizadas para diminuir o edema causado pela doença.

Possíveis complicações da trombose

A trombose pode trazer algumas complicações, dependendo de qual veia o coágulo está preso. Quando o coágulo percorre por outras veias e atinge órgãos próximos do coração, pode ser fatal.

Algumas das consequências são:

  • Inchaço crônico da perna afetada e/ou dor acompanhado de varizes;
  • Eczema, coceira muito forte que pode levar a uma ferida de difícil cicatrização;
  • A embolia pulmonar já citada anteriormente, entre outros.

Dicas de prevenção

Trouxemos algumas dicas super simples que você pode começar a fazer até mesmo em casa ou ao viajar.

Veja:

  • Pratique atividades físicas regularmente;
  • Mantenha uma alimentação saudável;
  • Evite fumar;
  • Durante viagens longas use sapatos e roupas confortáveis;
  • Faça caminhadas e intervalos em viagens muito longas;
  • Beba bastante água;
  • Evite o consumo de bebidas alcóolicas;
  • Sempre consulte o seu médico.

Precisando de exames de imagem?

Realize seus exames com segurança. Agende seus exames aqui na MEGA.

Baixe o MEGAPP! Basta acessar a Play Store ou App Store e baixar o APP que aparece como “Mega Imagem-Agendamento”.

A Mega sempre pensando em você!

Já segue a Mega nas Redes Sociais? Acesse nossos canais: no Facebook​​​ , Instagram Linkedin

Rafaélla Mantovani

Rafaélla Mantovani

Comunicação e Marketing Digital na Clínica Mega Imagem.