Nos dias de calor mais intenso, as pessoas buscam formas de se refrescar e reduzir a temperatura em ambientes fechados. Além dos ventiladores, os aparelhos de ar-condicionado oferecem maior conforto e são parte integrante do nosso estilo de vida atual.

No entanto, quais são seus efeitos negativos sobre a saúde? Muitas vezes, esses equipamentos domésticos são considerados vilões ao ocasionarem alergias e outras doenças.

Ar-condicionado no verão: vantagem ou desvantagem?

Especialistas médicos reconhecem que o ar condicionado oferece mais vantagens do que desvantagens, de modo geral. Tanto que esse aparelho é um dos mais populares dentre os eletrodomésticos, especialmente durante o verão.

Se o ar-condicionado é benéfico ou prejudicial para pessoas e animais, isso depende de vários fatores, como:

  • Idade e saúde dos indivíduos expostos;
  • Qualidade e manutenção das instalações;
  • Condições de utilização do sistema de ar condicionado, incluindo o grau de refrigeração.

Considerando que os aparelhos residenciais e comerciais estejam com manutenção e limpeza regulares, esses aparelhos ajudam a promover a qualidade do sono e o bem-estar físico, especialmente de gestantes, crianças e idosos.

Além disso, o uso do equipamento auxilia a reduzir os riscos de desidratação em pessoas mais suscetíveis, bem como diminui o surgimento de problemas cardiovasculares em indivíduos predispostos. Contudo, apesar de tantas virtudes, o ar-condicionado pode ter alguns efeitos prejudiciais à saúde, como veremos a seguir.

Uso de ar-condicionado no verão pode causar alergias

Alguns especialistas recomendam o uso do ar-condicionado para quem sofre de alergias sazonais, uma vez que limita a exposição à poeira presente na atmosfera externa.

No entanto, os sistemas de ar-condicionado mal conservados podem conter uma alta concentração de poeira e microrganismos, promovendo o contato com agentes alérgenos que causam a piora dos sintomas.Além disso, para que sofrem de rinite alérgica ou outros problemas respiratórios, é o bolor (fungo microscópico) que causa os sintomas desagradáveis. O mofo liberta esporos no ar que são então inalados por pessoas hipersensíveis como crianças, idosos, asmáticos e pessoas doenças respiratórias graves.

Cuidado com o choque térmico!

A exposição à variação de temperatura é bastante grande nos meses de verão. Ao sair de um ambiente quente para um ambiente com ar refrigerado, é preciso ter alguns cuidados.

Isso porque as chances de uma pessoa sofrer choque térmico são maiores e mais preocupantes. No choque térmico, há mudança instantânea da temperatura corporal. Então, o corpo tem suas defesas paralisadas; as veias, antes dilatadas, se contraem rapidamente, dificultando a circulação do sangue.

O resultado é o aumento da pressão arterial e maior esforço do coração para bombear o sangue. Todas as alterações drásticas podem provocar arritmias, paralisia facial, alterações pulmonares e até parada cardíaca.

Dicas para aproveitar o ar-condicionado com segurança

  • Use ar condicionado com moderação;
  • Evite diferenças significativas entre as temperaturas interna e externa. Um alcance máximo de 8 °C é aconselhável;
  • Substitua ou limpe regularmente os filtros;
  • Quando possível, escolha um aparelho de ar-condicionado equipado com um sistema de purificação de ar;
  • Leia o manual o aparelho e siga as instruções de uso e de manutenção.

O ar-condicionado oferece muitos benefícios para a saúde e bem-estar, mas não é isento de riscos. Por isso, consulte seu médico se precisar de informações ou busque orientação de uma clínica médica especializada sobre as principais medidas a tomar para se manter saudável durante o verão.

Mega Imagem

A clínica Mega Imagem é referência no diagnóstico por imagem na Baixada Santista.