exames

Raio-X

Quer agendar este exame?

Clique aqui e vá direto para o portal de agendamento de exames. Se quiser, continue lendo esta página para saber mais sobre o exame!

Está precisando de ajuda?

Se você não tem certeza se este é o exame que você precisa, quer saber mais sobre a clínica ou qualquer outra dúvida, clique aqui para falar conosco!

Sobre o exame

Também chamado de radiografia, o raio-x é um exame de imagem não-invasivo, que funciona usando radiação em baixas doses para identificar rapidamente alterações na estrutura de ossos e de órgãos. É o teste mais antigo dessa categoria, descoberto em 1895 por acaso, em um laboratório de física na Alemanha.

Na Mega Imagem, oferecemos para os pacientes e acompanhantes os EPIs necessários para a realização do exame, estes EPIs são:

  • Protetor de tireóide
  • Colete de chumbo

Preparo necessário

Confira os requisitos para fazer os exames de raio-x

A maioria dos exames de Raio X não precisa de preparo, exceto o Raio-X simples de abdome, o de coluna lombar e de urografia excretora, em que o paciente adulto em bom estado de saúde deve tomar 3 laxantes (Lactopurga ou Dulcolax) às 17:00h da véspera do exame, não jantar e vir pela manhã em jejum.

Dúvidas frequentes

A Mega esclarece as principais dúvidas dos pacientes relacionadas à este exame!

Raios X fazem mal?

Os exames de raios X emitem radiação, mas a quantidade é pequena demais para causar qualquer dano no corpo humano.

É seguro para gestantes?

Não existem contraindicações para gestantes. É recomendável informar o médico da gravidez para que ele escolha o que é melhor, mas a pouca quantidade de radiação não deve afetar o desenvolvimento do bebê.

A sala de raio X pode ficar radioativa?

Não. Os aparelhos de radiografia possuem radiação eletromagnética, que para de ser produzida no momento em que a eletricidade para de ser enviada para o aparelho. Este tipo de radiação é como a luz e como a fonte dela deixa de produzi-la, a radiação se esvai, diferente dos aparelhos de radioterapia, que utilizam material radioativo.

É seguro para crianças?

Da mesma forma que para o feto e para adultos, crianças estão seguras realizando exames de raios X.

Qual o limite de radiação do meu corpo?

Por segurança, as diretrizes básicas de proteção radiológica apontam que o público geral não deve ser exposto a mais do que 3,4mSv por ano enquanto profissionais que lidam com radiação não devem absorver mais do que 20mSv anualmente.

A radiação só afeta o corpo a partir de doses bem maiores do que isso. É necessária a absorção de 50mSv a 100mSv para que alterações sanguíneas apareçam. A intoxicação por radiação só aparece a partir de 500mSv, quando náuseas podem se manifestar. É a partir daí que começa a ficar perigoso.

1Sv inteiro (ou seja, 1000mSv) pode causar hemorragia. A partir de 4Sv, a morte no prazo de 2 meses se torna possível caso não haja tratamento para a intoxicação por radiação.

A partir de 10Sv a morte ocorre entre 1 e 2 semanas por conta da destruição da parede intestinal interna, além de outras partes do corpo como a medula óssea. Com exposição a 20Sv, a morte acontece em alguns minutos ou horas.

Mas um exame de raio X não chega nem perto de 1 Sv inteiro. Para alcançar a dose necessária de radiação para danos sanguíneos, seriam necessárias pelo menos 5 tomografias computadorizadas de corpo inteiro em um curto período de tempo.

Agora é só agendar!

Você já entendeu tudo sobre o raio-x! Só falta agendar seu exame: