Como treinar o cérebro e reeducar o paladar?

Você sabe como treinar o cérebro para que ele te ajude a melhorar sua alimentação?

Você já nasce comendo de tudo? Não né?! Mas, com o tempo vamos aprendendo a gostar ou não de determinados alimentos.

Podemos dar o exemplo dos bebês que muitas vezes vira o rosto para determinados alimentos. Entretanto, quando mais velhos acabam provando novamente o alimento e gostando. Mas, você sabia que é possível reaprender e treinar o cérebro a gostar daquele alimento que não gostava quando criança?

Hoje entenderemos como podemos usar algumas estratégias para reprogramar e treinar o cérebro de forma simples.

Sistema de recompensa e treinamento do cérebro

O nosso cérebro estabelece um sistema de recompensa quando ingerimos alimentos muito calóricos, como doces por exemplo.

Mas, esse sistema de recompensa não é tão benéfico nos dias de hoje.

Quantas vezes estamos tristes  e utilizamos a comida para “ficarmos bem”, como uma válvula de escape. Esse é o gatilho da recompensa e ele pode ser traiçoeiro, pois pode levar a longo ou médio prazo a obesidade.

Um estudo feito  por pesquisadores da Universidade Tufts e do Hospital Geral de Massachusetts, em 2014, fala um pouco sobre como nosso cérebro é capaz de treinar e reeducar o nosso paladar através de gatilhos do cérebro.

Neste estudo é comprovado que é possível fazer o caminho reverso e alterar esse sistema de recompensas, a seu favor.

Estudos

Os pesquisadores da Universidade de Tufts separaram 13 homens e mulheres, com obesidade, para realizar um experimento. Essas pessoas receberam recomendações do que ingerir e mudar suas dietas.

Agora eles ingerem mais água, fibras, verduras e legumes. Outras 5 pessoas foram selecionadas e mantiveram a sua alimentação habitual.

Os dois grupos foram submetidos a exames de Ressonância Magnética para avaliar as mudanças neurológicas. Durante o exame foram mostradas fotos de alimentos de alta densidade energética e de alimentos mais saudáveis.

Nos dois exames, os dois grupos apresentaram maior estímulo nos alimentos de densidade energética maior.

Depois de 6 meses, o grupo que obteve uma alimentação saudável mostrou significativamente resultados no exame de ressonância magnética.

Dessa forma, pode-se concluir que quando mudamos os hábitos alimentares o nosso cérebro reconhece e acaba criando uma ”memória”.

Emagrecimento

O grupo que mudou sua alimentação, além de possuir melhores resultados nos exames de ressonância também perderam quase 10 kg.

E tudo isso de forma saudável, apenas usando a reeducação alimentar.

E isso é bem fácil de alcançar, o que mais precisamos é de constância e disciplina.

É possível perder muitos quilos somente usando esses dois fatores chaves: alimentação e atividade física.

Portanto, fugir das doenças como obesidade, doenças cardiovasculares e a diabetes é um ponto que somente nós podemos escolher dar o primeiro passo para reprogramar o cérebro e ser saudável.

Como treinar o cérebro e reprogramá-lo

Muitas pessoas possuem o paladar infantil e esse treinamento do cérebro pode ajudá-los a reeducar sua alimentação.

Trouxemos algumas dicas que podem te ajudar e reprogramar e treinar o seu cérebro de forma simples.

Cozinhar é bom para o cérebro

Para muitas pessoas a cozinha acaba sendo uma terapia. Montar os pratos e cuidar dos alimentos saudáveis ajuda o nosso cérebro a entender que estamos preparando uma comida que nos fará bem.

Isso nos ajuda a reduzir o consumo de comidas processadas e o nosso corpo agradece.

Redução do açúcar

O nosso cérebro adora o açúcar, porque ele é um gatilho de recompensa.

É necessário diminuir as doses e tentar substituir, por exemplo, aquele chocolate gorduroso por um com nível de cacau alto e mais saudável.

Quanto menos açúcar, melhor. Então, procure reduzir as doses cada vez mais.

Não faça dietas restritivas

Realizar essas dietas restritivas e malucas que vemos por ai não nos ajuda na reeducação.

Pelo contrário, essas dietas quando feitas causam mais desejo ainda pelos alimentos calóricos.

Além, de diminuir a sua cartela alimentar e te restringindo as vezes a comer alimentos que para você seriam muito benéficos.

Então, ajuste sua dieta e sempre coma um pouco de tudo. Cortar tudo, não funciona.

Variedade!

Alimente-se com frutas e verduras diferenciadas. Uma boa dica é anotar todas as refeições que precisa fazer na semana e sempre colocar uma fruta, verdura ou legumes diferentes, todos os dias.

Isso te ajuda a obter uma melhor absorção de todos os nutrientes necessários para a sua saúde e também dá estímulos para o cérebro querer sempre escolher os alimentos naturais aos processados.

Assim, treinamos sempre o cérebro para que não só a mente esteja saudável mas principalmente o nosso corpo.

Trouxemos aqui, um vídeo sobre obesidade. Um tema recorrente e que precisa de atenção.

 

Realize seus exames com segurança. Agende aqui na MEGA.

Baixe o MEGAPP! Basta acessar a Play Store ou App Store e baixar o APP que aparece como “Mega Imagem-Agendamento”.

A Mega sempre pensando em você!

Já segue a Mega nas Redes Sociais? Acesse nossos canais: no Facebook, YoutubeInstagramLinkedin

 

publicado
Categorizado como Artigos

Por Rafaélla Mantovani

Comunicação e Marketing Digital na Clínica Mega Imagem.