Estresse Pós-traumático

Estresse

Como lidar com o transtorno de estresse pós-traumático

No começo deste mês, o mundo manteve os olhos atentos e esperançosos para o resgate de 12 garotos de um time de futebol na Tailândia, que ficaram confinados, juntamente com o treinador, em uma caverna por 17 dias. Após o resgate, a preocupação dos médicos passou a ser a saúde física e emocional dos meninos, que têm entre 11 e 16 anos.
De acordo com os próprios jogadores da equipe do “Javalis Selvagens”, o treinador os manteve controlados emocionalmente com o uso de técnicas de meditação. Contudo, depois uma situação extrema como a que foi observada, o transtorno de estresse pós-traumático é um distúrbio que pode ocorrer e precisa de tratamento.

 

O que é transtorno de estresse pós-traumático?

O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) é um distúrbio mental debilitante, que pode ocorrer quando uma pessoa experimentou diretamente – ou apenas testemunhou – um evento extremamente traumático, trágico ou aterrorizante.
Os sintomas são difíceis de reconhecer porque imitam outros distúrbios e podem não aparecer até semanas ou meses após um incidente. Mas para quem sofre com isso, a dor é muito real. Pessoas com esse tipo de transtorno costumam ter pensamentos assustadores e memórias persistentes de sua provação, sentindo emocionalmente entorpecidas.

A doença foi trazida a público pela primeira vez com os veteranos de guerra após a Guerra Civil nos Estados Unidos (1861-1865). Mas o problema pode resultar de quaisquer incidentes traumáticos, incluindo sequestro, acidentes automobilísticos, desastres naturais, ataques violentos ou ser mantido em cativeiro. O evento que desencadeia isso pode ser algo que ameaçou a vida da pessoa ou a vida de alguém próximo a ela.

 

Sintomas mais comuns do transtorno de estresse pós-traumático

As pessoas diagnosticadas com o distúrbio evitam o contato com pessoas ou situações associadas ao evento traumático. A mudança de comportamento é evidente devido a alguns sintomas mais comuns, dentre eles a perda de memória, sensação distorcida de culpa, desapego e desconexão com o mundo exterior.

 

Tratamento para TEPT

O TEPT pode ser tratado com uma combinação de psicoterapia e medicamentos para alívio específico dos sintomas (antidepressivos, entre outros). A maioria dos tratamentos para TEPT existentes atualmente é focada em um tipo de psicoterapia chamada terapia de trauma.
A terapia de trauma tem a finalidade de aumentar a sensação de segurança do paciente, revisando as memórias dos traumas. Isso pode ser feito por meio de uma combinação de técnicas de relaxamento e trabalho corporal (ou terapias somáticas).
Para quem precisa passar por terapia, fica um alerta: busque auxílio apenas de profissionais da área de saúde mental – como um psicólogo ou terapeuta – que tenha experiência específica no tratamento do transtorno de estresse pós-traumático. O tratamento não deve ser feito com terapias alternativas e nem por profissionais não habilitados.