Dietas da moda: fuja delas!

Ouça o conteúdo deste post! Dê play no áudio abaixo:

Você certamente já viu várias dietas por aí, onde milagres acontecem e a perda de peso é drástica. Ou você mesmo já tentou se arriscar trocando toda sua alimentação e restringindo seu menu. Mas, será que é saudável?

A maioria das pessoas se arriscam fazendo dietas malucas porque estão em busca do corpo perfeito, mas não se atentam a alguns detalhes. Precisamos entender que não existem milagres, mas sim foco e determinação.

Problemas

É preciso tomar muito cuidado quando iniciamos alguma dieta. No momento em que estamos fazendo uma restrição alimentar, nosso cérebro muda. Então, sofremos com o aumento do apetite e o metabolismo diminui sua velocidade. Ou seja, comemos mais e nosso organismo processa lentamente fazendo com que você ganhe peso – é nesse momento que o efeito sanfona pode aparecer.

O mundo das dietas, torna-se um ciclo vicioso. Você já tentou fazer a mesma dieta que fez há um tempo atrás? Teve o mesmo resultado? Certamente não.

Quanto mais fazemos dieta, mais difícil é perder peso, pois nosso cérebro tem memória e aciona os mesmos mecanismos. Quando restringimos nossa alimentação na tentativa de perder peso, nosso corpo não aceita e começa a trabalhar para voltar ao estado original.

É nesse momento que ele armazena alguns quilos extras como uma “precaução” em eventuais dietas futuras. Ironicamente, o ato de fazer mais dietas e restringir alimentação faz nosso corpo elevar esse ponto de equilíbrio, aumentando sempre os quilos extras em caso de a pessoa voltar a sentir fome.

Por isso, o grande X da questão é a importância de não se fixar apenas na quantidade de calorias consumidas, mas na qualidade dos nutrientes.

Saúde em primeiro lugar

Não existe uma formula para emagrecer e alcançar o corpo perfeito. Isso se adquire com moderação e foco.

É claro que possuímos um número correto de calorias para serem ingeridas diariamente, é aí que voltamos a dizer que o que mais vale é a qualidade dos nutrientes dos alimentos.

Antes de tudo, procure um médico ou nutricionista. Fazer um check-up é de extrema importância, pois seu metabolismo é diferente do seu amigo e não são os mesmos nutrientes que você precisa. Cada corpo, é um corpo. Agora vão algumas dicas!

Não faça dieta restritiva

Seu corpo vai trabalhar para você recuperar tudo de novo.

Coma alimentos frescos

Dê prioridade total aos produtos in natura, que você encontra nas feiras. Alimentos como: legumes, frutas, saladas, carnes e o bom arroz e feijão, são essenciais. Diminua o consumo de industrializados e fast food.

Cozinhe

Sim, você pode se assustar, mas a melhor prevenção contra obesidade é a comida caseira, além de ser uma terapia.

Pratique exercícios físicos

Sim, os exercícios funcionam como aliados nesse momento. E quando falamos em exercícios físicos, não precisa necessariamente ser musculação. Yoga, meditação, caminhada, andar de bicicleta, são algumas das atividades que irão auxiliar nesse processo.

Amor próprio

Opa… Chegamos em um ponto importante. O amor próprio. Que tal começar a se olhar no espelho e aceitar quem você é? Ficamos nas redes sociais vendo os corpos e vidas perfeitas e nos esquecemos que a aceitação é o primeiro passo para a mudança.

Quando nos amamos e entendemos que podemos ser felizes do jeito que somos, acaba se tornando mais fácil o processo. Por isso devemos nos amar e entender que o cuidado com a nossa alimentação, também é uma forma de amar.

Precisamos lembrar que antes de iniciar qualquer mudança em seu hábito alimentar, é importante procurar um nutricionista ou consultar seu médico para fazer um acompanhamentoEle analisará sua saúde e saberá as verdadeiras necessidades de seu corpo.

Entenda também como a reeducação alimentar pode te auxiliar nesse momento. Espero que você tenha gostado desse conteúdo, nos vemos em breve.

Conheça também o nosso canal no YouTube!

Por Mega Imagem

A clínica Mega Imagem é referência no diagnóstico por imagem na Baixada Santista.